terça-feira, setembro 25, 2007

Ver TV

É Proibido Pensar

“Confrontado com o meu desespero face à tirania do barulho, um amigo aconselhou-me a efectuar uma imersão intensiva na televisão portuguesa como uma experiência antropológica. Tentando, dispus-me – até pela impossibilidade de alternativa - a ver os programas da manhã e da tarde (…). E descobri que se organizam de acordo com uma lei implícita, segundo a qual o que importa é dizer o que quer que seja, desde que em tom entusiasta, acompanhado de expansiva linguagem corporal e sorriso radioso no rosto. Sendo os apresentadores, na sua maioria, gente nova e agradável à vista, parecem envolvidos num qualquer concurso oculto em que ganha quem falar mais alto, de forma mais exagerada ou estridente. Os convidados parecem escolhidos pela sua quase generalizada irrelevância e estão atentos à «proibição» de falar de temas «chatos» (conceito em que se engloba tudo quanto é da esfera político-social) ou deprimentes (a não ser através dos «casos da vida», invariavelmente bem sucedidos, que comunicam edificantes mensagens «de amor e coragem»).
(…) As inefáveis prestações musicais, dominadas pela música pimba ou por grupelhos pseudomodernos, obedecem ao mesmo critério: canta bem quem mais «puxa» pela voz, mais exacerba o grito, mais sua e mais comovido parece. Mas o cúmulo da estridência oca é ocupado, sem sombra de dúvida, pelos sketches cómicos que integram estes programas. Tipicamente, um senhor vestido de mulher, em paródia preconceituosa e de mau gosto aos homossexuais e transsexuais, acha que tem piada por falar alto e com voz de falsete, fazer afirmações de sentido dúbio e pontuar as frases com «ai, filha» ou «ó rica». Neste contexto, e para que vejam onde cheguei, confesso que os episódios, que tive pela primeira vez oportunidade de ver, dos Morangos com Açúcar me pareceram uma coisa muito tolerável, pelo menos com alguma organização narrativa, sequência lógica e um pouco menos de estridência sonora”.

Carla Machado, Professora Universitária, in Público, 9 Agosto 2007

Nota do Autor do Blogue: Como eu a percebo, Carla… Também actualmente a televisão é uma das minhas principais fontes de entretenimento e companhia diárias. Contudo, apesar do meu actual estado de dependência televisiva, acho que não conseguiria sujeitar-me a uma experiência antropológica tão vil e cruel. Embora assuma: Sim… Eu ultimamente espreitei algumas vezes «As Tardes da Júlia». E quem não o fez?

2 comentários:

pvnam disse...

---» Não sejam OTÁRIOS! Não percam (demasiado) tempo com 'CAIXOTES DO LIXO'!
---» Há que olhar para o futuro!
---» Os Identitários europeus poderão ter futuro no planeta, mas (antes que seja tarde demais) isso só será possível através do SEPARATISMO.
{ ver um exemplo aqui }


NOTA:
---» Ora, com uma evolução demográfica imparável... os 'descendentes de Obikuelus' estão a evoluir rapidamente no sentido do domínio demográfico da Europa. Quando dominarem demograficamente a situação... poderá vir a acontecer um Novo Tratado de Tordesilhas [7 de junho de 1494]: os 'descendentes de Obikuelus' [Africanos, Mestiços, Árabes,etc.] poderão acordar, entre si, a divisão/partilha da Europa!
{uma observação: tal como, por exemplo, os albaneses do Kosovo gostam muito da Sérvia... os 'descendentes de Obikuelus' também gostam muito dos seus países de 'acolhimento'...... ihihihihihihih}
---» Como é óbvio, Portugal, Espanha, etc., estão a evoluir rapidamente no sentido do 'CAIXOTE DO LIXO' da História.

dogkiller11 disse...

"E quem não o fez?"... Confesso tambem tê-lo visto algumas vezes, mas só em casa de grande depressão... Já o formato não ajuda, quanto mais a apresentadora... Bons velhos tempos em que a Júlia fazia um ar sério e dizia "Você é o elo mais fraco"...

No fundo se calhar tambem nos podemos criticar a nós proprios por causa destas grelhas televisivas... Afinal a crítica é das melhores publicidades possíveis, e as estatísticas comprovam-no... quem não criticou Zé Cabra??? e quantas pessoas compravam os CD's só mesmo pelo ridículo que representavam?

Outro exemplo, a RTP2, com a melhor grelha diária de todos... Não é alvo de críticas, não tem audiencias...


___
dogkiller11
http://ambiguidadesetal.blogspot.com